Receita Federal arrecada R$ 16,1 bilhões na região de Rio Claro

A arrecadação, na DRF Piracicaba, composta por 25 municípios, incluindo Rio Claro, atingiu, em 2022, o valor de R$ 16,199 bilhões, registrando acréscimo nominal de 16,40% e real (IPCA) de 6,64% frente aos R$ 14,171 arrecadados em 2021.

No estado de São Paulo, das receitas administradas pela Receita Federal, atingiu, em 2022, o valor de R$ 927,78 bilhões, registrando acréscimo nominal de 17,39% e real (IPCA) de 7,43% em relação ao ano de 2021, quando foram arrecadados R$ 790,31 bilhões.

Já a arrecadação nacional em 2022 chegou a R$ 2,08 trilhões, registrando acréscimo nominal de 16,40% e real (IPCA) de 6,64% frente ao R$ 1,79 trilhão arrecadado ao longo de 2021.

DRF/Piracicaba – 25 municípios

Águas de São Pedro, Americana, Analândia, Capivari, Cerquilho, Charqueada, Corumbataí, Elias Fausto, Ipeúna, Itirapina, Jumirim, Laranjal Paulista, Mombuca, Monte Mor, Nova Odessa, Pereiras, Piracicaba, Rafard, Rio Claro, Rio das Pedras, Saltinho, Santa Bárbara d’Oeste, Santa Maria da Serra, São Pedro, Tietê

Dezembro

No mês de dezembro de 2022, a arrecadação da Receita Federal no estado de São Paulo foi de R$ 99,55 bilhões, o que representa acréscimo nominal de 16,55% e real (IPCA) de 10,18% em relação a dezembro de 2021, quando foram arrecadados R$ 85,42 bilhões no estado.

Dos R$ 99,55 bilhões, R$ 69,88 bilhões correspondem à arrecadação fazendária e R$ 29,66 bilhões, à arrecadação previdenciária. A arrecadação do estado respondeu por 48,80% da arrecadação nacional de receitas administradas.

Fonte: RFB

Veja no site da Receita Federal mais informações sobre a arrecadação clique aqui

Destaques de dezembro

As receitas administradas pela Receita Federal totalizaram R$ 2,085 trilhões em 2022, representando acréscimo real de 6,64% em comparação a 2021. Já a arrecadação de receitas administradas por outros órgãos alcançou R$ 132,505 bilhões, aumento real de 39,96% sobre 2021. O acréscimo registrado no período pode ser explicado, segundo a Receita Federal, principalmente pelo crescimento dos recolhimentos de Imposto de Renda de Pessoas Jurídicas (IRPJ) e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL).

O IRRF − Rendimentos de Capital registrou arrecadação de R$ 19,824 bilhões em dezembro, ou seja, crescimento real de 91,14% sobre o mesmo mês do ano anterior. Esse resultado é explicado pelos acréscimos nominais de 137,69% na arrecadação do item “Fundos de Renda Fixa”, de 124,63% em “Aplicação de Renda Fixa (PF e PJ)”, e de 121,04% no item “Juros sobre Capital Próprio”.

A arrecadação da receita previdenciária foi de R$ 73,386 bilhões no mês passado, representando acréscimo real de 5,93% sobre igual período de 2021. Esse resultado se deve, principalmente, ao aumento real de 11,88% da massa salarial, explica a Receita. Além disso, houve crescimento das compensações tributárias com débitos de receita previdenciária em razão da Lei nº 13.670/2018.

Já o IRRF – Rendimentos do Trabalho apresentou uma arrecadação de R$ 15,243 bilhões, representando crescimento real de 8,56%. Esse resultado se deve aos acréscimos reais de 8,82% na arrecadação dos itens “Rendimentos do Trabalho Assalariado” e de 6,66% em “Aposentadoria do Regime Geral ou do Servidor Público”. Houve decréscimo real de 4,16% na arrecadação de “Participação nos Lucros ou Resultados – PLR”.

Sem considerar os fatores não recorrentes, haveria um crescimento real de 8,72% na arrecadação anual e de 5,40% no mês de dezembro de 2022.

Destaques do ano

O IRPJ e a CSLL totalizaram arrecadação de R$ 489,652 bilhões no ano, com alta real de 17,73% sobre 2021. Esse desempenho é explicado pelo acréscimo de 82,09% na arrecadação relativa à declaração de ajuste do IRPJ e da CSLL, decorrente de fatos geradores ocorridos ao longo de 2021, e ao acréscimo de 16,90% na arrecadação da estimativa mensal.

A Receita destaca elevação em todas as modalidades de apuração do lucro. Além disso, houve recolhimentos atípicos da ordem de R$ 42 bilhões, especialmente por empresas ligadas à exploração de commodities, no período de janeiro a dezembro.

O IRRF − Rendimentos de Capital teve arrecadação de R$ 97,130 bilhões em 2022, com acréscimo real de 67,23% sobre o ano anterior. Esse resultado pode ser explicado pelos acréscimos nominais de 157,03% na arrecadação do item “Fundos de Renda Fixa”, e de 139,54% na arrecadação do item “Aplicação de Renda Fixa (PF e PJ)”.

A receita previdenciária apresentou arrecadação de R$ 564,703 bilhões em 2022, representando acréscimo real de 5,98% sobre 2021. Esse resultado se deve ao aumento real de 8,23% da massa salarial e alta real de 12,85% na arrecadação da contribuição previdenciária do Simples Nacional. Além disso, houve elevação das compensações tributárias com débitos de receita previdenciária em razão da Lei nº 13.670/2018.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close